Auto ajuda aê?

Outro dia eu estava numa livraria, esperando minha irmã para gente ir pro cinema (típico programa de mineiro no Cidade), quando eu me dei de cara com vários livros de auto ajuda. Bom, confesso que já li uns três ou quatro e acredito mesmo que tenha tirado algumas informações importantíssimas sobre os assuntos dos livros e tal. Mas eu não tinha percebido, até então, a quantidade de livros que existe.
Quase que uma “trago seu amor em três dias”, tem auto ajuda pra todo tipo de relacionamento. Namoro, amizade, pai e filho, tico tico no fubá, casamentos, pegadinha do malandro e por aí vai.

Imaginei umas bacanudas aqui:

  • Como fazer aquela trouxa de roupa suja jogada no seu quarto desaparecer: Claro porque você já fez 30 anos e já saiu da aba da mamãe. E saiu imaginando que toda aquela roupa suja que você cismava em deixar em cima da cama era lavada, passada e dobrada e reaparecia na sua cama por uma mágica do Mister M (voz de Cid Moreira) que revela seus segredos? Pois é. Seria tipo um passo a passo da dona de casa. Como lavar, passar e dobrar a roupa. E você verá que sua vida mudará!
  • Porque os homens deixam a toalha molhada em cima da cama e as mulheres demoram horas pra se arrumar? Numa clara alusão do clássico da auto ajuda, o livro seria uma lista de coisas ditas normais que homens fazem e uma margem de erro pra você encaixar o seu parceiro. Por que vai que ele gosta de assistir futebol com a latinha na mão esquerda e a blusa do time jogada em cima do ombro direito? Você não pode achar que ele é estranho. E vai que sua mulher insiste em querer fazer você saber a diferença enorme, segundo ela, que existe entre bege e creme. Tipo uma tabelinha com duas colunas, uma de ação outra de reações. Nossa, completamente útil diga-se de passagem.
  • Um passo a passo pra você ter que lidar com sua amiga chata no dia que ela tá de tpm, que ela terminou com o namorado, que ela vai se arrumar pra pegação pós termino, no dia que você vai mandar ela tomar no cu . Pra você, digna de uma paciência de mestre jedi , não querer matar ela por achar que o piercing no umbigo dela atrai toda movimentação do mundo e faz ele girar ali.
  • Uma lista de nomes de filhos e prováveis apelidos que estes podem gerar. Tipo, você que se chama Nerson, se casar com uma Daniela, não misture nomes por favor. NerDa, não é um bom nome de filho. E aqueles livros de nomes e significados já eram. Eu tenho amigas com mesmo nomes. E de personalidades tão diferentes que nem se estivesse do avesso teriam o mesmo significado, aquela coisa de grandiosa, sabedoria, felicidade. Já era. Bau bau.

Agora por favor, me deixem a sós com meu lápis e papel. Preciso desenvolver os tópicos. Vou tentar numa editora mais próxima. Obrigada e até a próxima. Tchau pessoal!!!

 

 

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em divagacoes

2 Respostas para “Auto ajuda aê?

  1. hahaha
    Achei fantástico o seu blog e esse post em especial. Dá vontade de ficar aqui, lendo e relendo a tarde/noite toda (aaah!Malditas provas de fim de semestre que impedem essas “divagações”).
    Divagações é uma palavra que há muito eu não ouvia. Adoro!
    Me avise, por favor, quando você publicar um livro(mesmo que de auto-ajuda!Rs). Eu compro 😀

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s